Nos comparamos demais, e vivemos de menos - Wanessa Binneck



Autora: Wanessa Binneck


A vida é efêmera, não possuímos domínio. Ela é areia na palma da mão, escorrendo pelo espaço entre os dedos, passageira e sem controle. 


Passamos dias, meses e anos, buscando a felicidade plena, sem lembrar que ela não é um objetivo a se alcançar, mas sim, constituída por pequenos intervalos de tempo que desejamos não ver o fim. 


Desejamos coisas demais, nos comparamos demais, e vivemos de menos. Desejamos o que ainda não temos, mas esquecemos do que já conquistamos dentro dos próprios limites individuais.
 


Criamos o hábito de comparação com quem aparentemente não sofreu nada, sem saber do que se passa atrás do que é exposto. Lamentamos uma dor por anos, sem lembrar do quanto ela nos ensinou


Gradativamente, a vida corre como areia entre os dedos. Sem ao menos, você perceber, o pôr-do-sol em um fim de tarde ensolarado, sem ser por trás de um stories no Instagram, ou perceber o sorriso de uma criança sem ser por um vídeo engraçado do Facebook e ainda não sentir um abraço caloroso sem ser por uma mensagem do WhatsApp . 


Aos poucos, se troca o sossego de um silêncio por um turbilhão de mídias; o desejo de possuir informação, é maior que a necessidade de ouvir os pensamentos


Felicidade não é algo a se conquistar, ela está aqui, na vida real e não na rede social. Encontramos ela no sorriso sincero, no abraço de quem amamos, ou no café que decido tomar em minha própria companhia. 


Mude seus hábitos, abrace o real, é tudo que temos. Nessa viagem somos passageiros, aprecie a paisagem.



Wanessa Binneck:  

Wanessa Binneck   
Acadêmica de Psicologia. 20 anos. Em busca de conhecimento e evolução.Sou acadêmica de psicologia e escrevo sobre comportamento humano, motivação e assuntos relacionados a temática.  Instagram: @wanessath.   
             


Direitos da imagem: Anastasia 
http://www.tfmmodels.com/ 

Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.