Vento de Outubro

Photo by @mcasalss

Texto por Victor Garcia


Às vezes, escrever é sem sentido. É a arte de escrever por escrever, pela necessidade. Esse é meu anti-depressivo.
Mas, escrever sobre o que?
Sobre o preço da gasolina que me impede de ir para onde eu quero?
Ou lembrar que tem pessoas que queriam escrever e não podem?
Fazer uma canção? Mas há muito tempo eu já perdi a rima; me perdi, me encontrei, mas a métrica da poesia ainda é vaga.

Escrever sobre as pérolas do governo? Ou discutir porque chamo o passa-tempo de bolacha e não biscoito?
Como a praça está mal cuidada. Mas, ainda há praça e estou nela. Poderia estar no hospital....
Quando chega essa época do ano,essa primavera q mais parece verão, noites quentes e com vento ameno.. poucas coisas me agradam tanto e sei la porque....
Sempre me lembra alguém. Nem sempre o mesmo.
Me faz pensar q tudo pode acontecer. Nem sempre acontece.

O vento fica mais forte. Acho mais da hora, me animo, pego o cel pra mandar um whats. E penso como escrever isso deixa o texto datado.
Sim. Porque daqui um tempo nada será mais antigo que whatsapp.
Há uns cinco anos eu ligaria ou mandaria um SMS.
Tempos mais distantes apenas os boys teriam celular.
O fax, a maquina de datilografia, as mensagens faladas, fichas de orelhão, tudo foi.
Mas o vento era o mesmo.
Percebo a velha tentativa de tentar relacionar dois fatos que não se ligam.
Talvez a vida seja isso. Fatos que não se ligam. Pedaços espalhados que a gente tenta ligar.
Ligar através do zapzap. Ou seja la do que for.
O que a vontade de escrever tem haver com o vento? o que o vento tem haver com a vontade de falar com alguém? Nenhuma ligação e muita ao mesmo tempo.

Escrevi pra matar a vontade. Pra me entreter, passar o tempo. Sabendo que nem de longe esse seria o melhor texto da minha vida.
E por que deveria ser?




Sobre o Autor: 
Victor Garcia Preto   
Formado em Ciências Contábeis. 29 anos, Resido Ribeirão Preto.  Tenho um perfil de textos no Instagram: @textosinceros. Segue lá.

             


Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.