Meu Porto seguro que se chama "Eu mesmo"


Recentemente me dei conta de que preciso encontrar um Porto seguro em mim mesmo. E só serei esse porto seguro quando eu aprender a ser uma pessoa forte. E, para que eu aprenda a ser forte, acredito que preciso viver, errar e aprender

Mas aprender através do amor, sempre que possível. 

O coração parte, uma decepção atinge, e me pergunto se posso fazer algo para conseguir pular para fora dessa tristeza que fica nos espremendo e fica flutuando sob nossas cabeças. 

Procure fazer algo que te faça feliz hoje”, imediatamente penso. 
Alguma coisa pode? Às vezes, acho que não. 

Às vezes, nessas horas, tudo o que se pode fazer é esperar que cicatrize por si só. E o remédio para essa ferida? O tempo

Toda e qualquer tipo de ferida leva tempo para se curar. Leva tempo. E eu, querendo ou não, apenas mergulho dentro dela, vivo e sinto a dor, porque é simplesmente impossível evitá-la ou fingir não sentir, fingir que a ferida não está ali: a dor, vez ou outra, sempre emerge para me fazer lembrar. 

E por mais que doa muito, eu já aprendi que passa. Vai passar. Mas, enquanto isso, apenas caio em negação e tudo perde o sentido. E a única vontade que tenho nessas horas é de correr sem parar. Fugir. Abandonar. Tentar apagar da mente, o que, se possível, seria maravilhoso, porque tem vezes que é simplesmente impossível resolver certos tipos de sentimentos com uma solução simples, qualquer, como “fazer algo que me fará feliz hoje”

Então, constato que eu preciso ser o meu Porto seguro.

Não me refiro a ser um Porto seguro no sentido de ser frio, insensível, mas ser um porto seguro no sentindo de “estou aqui, vamos atravessar isso juntos, e está tudo bem”. 

Um Porto seguro no sentido de ser independente e não precisar me encostar no outro para me sentir feliz. Se eu estiver com alguém, que seja por opção e jamais por necessidade ou carência. 

Um porto seguro no sentido de ser autossuficiente e estar com uma pessoa para que assim eu possa somar ou transbordar, não para completar a mim ou vice-versa. 

Um Porto seguro no sentido de não delegar ao outro a responsabilidade pela minha felicidade uma vez que serei completo

Eu vou superar. 
Vou dar a volta por cima. 

____________
Volto aqui, 4 meses depois, para comprovar que superei e dei a volta por cima. 
Tudo passa. 

Acalma esse coração. 
Vai passar.
Confia

Texto por Leone Brave


Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.