Quem estuda, se abre para o mundo. Quem não estuda, só vive para comer e dormir: só o enxerga o hoje



Eu lamento que as pessoas acabem reduzindo estudo e conhecimento somente a dinheiro, a salário e a emprego. 

      A vida não é isso. A vida não são coisas ou status. A vida tem um significado muito maior. Acredito que a vida nos delega a finalidade de aprendermos coisas novas o tempo todo. Quem ainda não descobriu isso, vive com antolho (acessório que se coloca na cabeça de um cavalo para limitar sua visão e forçá-lo a olhar apenas para a frente, e não para os lados, evitando que se distraia) e essa pessoa só o enxerga o hoje: só vivem para comer, para assistir TV, para dormir, mexer no celular e falar sobre coisas que não agregam em nada. 

       Quem não estuda, vive assim. Vive na ignorância, na sombra; à mercê dos dias, do tempo; sem planos, acomodado. Quem tem conhecimento e gosta de estudar, de descobrir e desvendar o mundo; se abre para a vida. Não tem como mensurar o valor disso.

      Conhecimento é seu bem mais precioso e que ninguém pode tirar de você. É isso o que você vai levar consigo e que que vai ser muito útil. Isso é o que te faz ser realmente grande e não a sua conta bancária. 

     Você abre uma porta na sua mente que até então você desconhecia. Você passa a se entender, passa a entender o outro e o meio no qual você está inserido. Ninguém mais faz a sua cabeça porque você aprende a pensar.


      Vemos pessoas que muitas vezes estudam mas que eventualmente não têm um bom salário. Mas seguramente ela é dona de si. Esse é o verdadeiro ganho. Que é saber falar, se comunicar; ninguém mais faz a sua cabeça, porque você passa a ver tudo a partir do seu ponto de vista.

     Como se pode ver na imagem a seguir, os livros e os estudos dão a você uma melhor perspectiva. 

Hoje o conhecimento está ao alcance de quase todos.
Pega, quem quiser.


Um certo amigo veio até mim para me pedir uma sugestão de livro sobre aperfeiçoamento pessoal. Ele queria, mais especificamente, um livro que o ensinasse a falar bem. 

      Eu não acredito que será um livro ou uma lista de técnicas e fórmulas que o irão ensinar a falar bem. Francamente falando, para se falar bem, só há uma unica e eficiente forma: ler. E ler bastante. 


      Pessoas que falam bem, que sabem se expressar, sabem falar o que pensam; elas possuem o habito de ler. É uma mudança interna, é uma "reprogramação" no cérebro que qualquer ser humano é capaz de desenvolver senão através do hábito, e que não temos como mensurar a recompensa. Aí se encontra o poder do hábito de estudar


Bons hábitos corroboram para uma vida mais eficiente, enquanto que maus hábitos, te empurram para baixo.

      E o hábito de ler consiste básica e diretamente em você despertar a sede e o gosto por aprender coisas novas

      Os livros estão aí para compartilhar conhecimento, nos ensinar sobre qualquer coisa. Afinal, nós não nascemos sabendo de tudo e por isso é sempre bom aprendermos coisas novas com os outros para equipararmos com nossa opinião e assim desenvolver nosso discernimento ou até mesmo criar algo novo na fusão dessas ideias.

      Então, a minha dica é: procure despertar o desejo em aprender. Isso vai dar todo o sentido para a sua vida. 

      Se surgir um assunto que lhe interessa, pesquise. Como dica, são os de humanas. Leia livros de geógrafos, de psicólogos, ou de historiadores. Procure conhecer mais sobre ouras cultura, sobre as pessoas. Se abra para conhecer o mundo. Vivemos em um mundo tão rico, que tal começar conhecendo mais sobre ele?




      Estudando, você passa a desenvolver ideias para discutir, conhece nossas pessoas, tem assuntos na ponta da língua.  E quanto melhor você se torna como pessoa, melhores coisas você atrai para a sua vida: pessoas, oportunidades, situações. 


      E tudo isso não tem nada a  ver com dinheiro, com emprego, com roupa. Porque a vida não é isso. 

      Está tudo bem. Eu não o culpo (o meu amigo) por me pedir isso. Ninguém nasce sabendo de tudo como já disse, e querer buscar mudar é sempre algo positivo.

      É normal, no entanto, as pessoas quererem tudo já mastigado e rapidamente recorrerem à fórmulas prontas para questões que independem de fórmulas por serem se tratarem de questões mais profundas. 


      É comum vermos conteúdos na internet do tipo "10 passos para conquistar uma mulher", ou "10 passos para ser mais eficiente  no trabalho", ou até mesmo "10 passos ser mais feliz" repletos de dicas. O que não te contam é como manter a mulher interessada à longo prazo ou como se sobressair do trabalho sem que seja algo massante. 

      Aliás, fórmulas podem se dar muito bem com , por exemplo, o ensinar a montar uma máquina ou resolver uma equação. Mas se tratando de comportamento e os nossos eventuais esquemas da vida, aí isso requer uma resolução bem mais profunda que não tem nada a ver com fórmulas técnicas
      
      Elas té funcionam a curto prazo. Mas vivência e comportamento não se enquadra em formulas. E esse é um dos motivos pelos quais viver é uma experiência maravilhosa. 

      Não adianta, por exemplo, você saber como as pessoas educadas se comportam, imitar elas, e você continuar não sendo educado e apenas fingir ser. Uma hora cansa, porque você não está sendo você mesmo. Primeiro se eduque. Para isso, é requerido uma transformação mais profunda que tem mais a ver com os hábitos. E como adquiri-los sem mudar outros hábitos prejudiciais ou sem utilidade?

     É muito fácil fingir ou imitar algo. Mas, em casos como esses, você deve atentar-se QUE a solução e o começo de tudo isso começa em segundo plano, com hábitos; com personalidade; com traços que precisam ser adquiridos. E isso demanda tempo e não em 10 minutos de vídeo ou em um livro de 30 páginas repleto de técnicas, como eu já vi pessoas lendo por aí. No caminho mais rápido, o fracasso é praticamente certo.


RESPOSTAS: Simples, porém erradas, à esquerda. Complexas, mas certas, à direita.



Sobre o Autor: 

Leone Bravi  23 anos. Idealizador do blog Papicher. Leonino. De tudo que tenho na minha vida; viajar, amigos e livros são minhas paixões! Mais do que isso, divulgar  tudo o que eu tenho aprendido. Apaixonado pela vida. I make myself.

        

Comentários:

Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.