#NoMeuConsultorio – 7 - Felicidade. De quem? A Minha Depende Da Sua?


E há quem diga que eu não seja psicólogo vocês creditam?
Pois é, nem eu.
_________


Eu sorrio por você.
Até onde eu posso realizar a felicidade do outro(a)?
Até onde tenho a certeza de que posso aguentar?
Até onde posso deixar de ser eu?
Proporciona-se o dia, o momento, a vida feliz, por que não sorrio tanto?
Até onde? Até onde posso ir sem deixar de ser eu, sendo sempre o mais sincero principalmente comigo mesmo?
Certezas, certezas são muito vagas, do que temos certeza hoje?
Deixar de ser eu? Nunca, não posso, pois aí, o momento que estaria te proporcionando não seria real.
Sim eu realizo sonhos, eu transformo desejos em realidade, eu transformo tudo em tudo do jeito que você quiser, e ainda mais, coloco mais brilho, mais luz e muito mais vida para te deixar feliz, quero o teu sorriso, o teu abraço e tuas lágrimas… de felicidade.
Seria por isso que não sorrio tanto? Contento-me com a tua felicidade?
Seria essa a minha… felicidade… te ver feliz?
Tantos porquês, como sempre.
Mas e você? Até onde pode ir para fazer alguém feliz?
Até onde pode renunciar a algumas coisas?
Até onde pode ceder, ah! e não esqueça que tudo isso tem quer ser… sorrindo, um sorriso sincero, que venha da alma, que tenha luz e vida.
A felicidade tem seu preço e nem para todos é barata, mas e o preço a se pagar? Vale a pena?
Eu acredito que sim, acredito que para ser feliz vale tudo.
Eu realizo, transformo, busco a luz onde estiver, deixo todo o brilho tomar conta para ter o teu sorriso de novo.
E o meu? Precisamos saber dividir, pois assim somamos em uma relação, entrar em uma disputa onde um renuncia a quase tudo para fazer o outro feliz não é felicidade, isso é egoísmo da outra parte que aceita isso.
Só o tempo vai nos ensinando, a saber, dosar as coisas, a renunciar a coisas pequenas que por… imaturidade talvez se torne tão grandes, tão pesadas e tão vagas.
Quem sabe eu até me engane quando pergunto: Se você é feliz porque não sorri mais? Seria minha esta necessidade de sorrir tanto? Exposição demais? Tem gente que diz que as pessoas têm inveja da felicidade alheia, não sei se creio nisso, pois se a minha felicidade é verdadeira, é pura e plena nada vai atingir ela.
E ser feliz é o que?
Não sei, assim como já defini a traição com a palavra depende, ser feliz depende.
Ser feliz pode ser ver você sorrir, pode ser ver o céu, as estrelas brilhando.
Pode ser acordar todos os dias bem, e ao seu lado, pode ser a sua gargalhada e o seu jeito atrapalhado para algumas coisas.
Ser feliz pode ver você se deliciar com a raspa do brigadeiro, ser feliz hoje pode até ser ver você serio imaginando como seria um sorriso largo nesta cara.
Sorria para mim… sorria por mim… sorria.
Quando renunciamo a coisas essenciais para a felicidade do outro não estamos sendo felizes e isso não vai ter um final feliz.
Felizes são aqueles que se dispõe a tal sentimento, a tal estado de espírito.
Ser feliz pode demorar, podemos cair, nos machucar, esperar cicatrizar para aprender primeiro a ser feliz, para depois fazer outra pessoa feliz.
Ser feliz pode ser estar só, mas pode não ser.
Felizes podem ser lembranças, saudades, mas pode ser o hoje e o amanhã.
Ser feliz pode ser voltar e reescrever uma história que talvez ainda não tenha ficado bem resolvida.
Ser feliz pode ser olhar a sua juventude e lembrar-se da minha.
Ser feliz pode!
Ser feliz deve!
Ser feliz é!

Viu, e dizem ainda por aí que eu não sou psicólogo!






Sobre o Autor: 

Hugo Salum  Marketeiro e escritor. Aquariano de corpo e alma ,curioso, autêntico e sincero (até demais). Quando escrevo, não tenho rodeios: coloco logo o que penso, de maneira clara, precisa, direta e transparente, sem deixar de fora do papel algumas pimentas&polêmicas (porque quanto mais quente, melhor!). Procuro estar sempre aberto às mudanças, pois a vida é feita de transformações, aprendizado e amadurecimento. Amo café, coleciono canecas, sou pai de três filhos lindos e maravilhosos (#paicorujasimsenhor). Estou sempre sorrindo e festejando, afinal amo viver e por isso acho que cada dia a mais neste mundo já é motivo para celebrar! Este sou eu, o Salum. (www.hugosalum.com.br).
      

Comentários:

Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.