#NoMeuConsultorio 4 - Mude, Porque Você Quer Melhorar, Porque Você Quer Acrescentar, Porque Você É Diderente


E há quem diga que eu não seja psicólogo vocês acreditam?
Pois, é, nem eu.
___________

       Um tempinho com o consultório fechado, mas cá estamos, todo remodelado. 

       Resolvi atender o Salum. Afinal, ele anda falando muito em mudanças, mudanças para os outros e em mudanças na vida dele mesmo. Novos projetos sem data de validade, novos planos, novas pessoas, novas mudanças. Apesar de ele ser muito convicto em mudanças, anda se questionando quanto a algumas.

       Hã? Você quer saber o que eu acho dos seus questionamentos? Eu pensava, às vezes, sim, que eu já estava muito velho para mudar. Mas não foi uma nem duas vezes que ouvi meu avô dizer que nunca é tarde, que “QUEM QUER MUDA”. Tanto que ele foi estudar aos 80 anos e é nome de turma!

       Depois disso, a frase “QUEM QUER MUDA.” é algo diário e QUERO MUDAR ATÉ O FIM DOS MEUS DIAS.



       MUDAR não é deixar de ter a sua personalidade, MUDAR é ter a consciência de que o mundo está em eterna mutação e podemos ser melhores.

       Vi um vídeo que falava de mudanças em várias fases da vida e só tive mais certeza de tudo que vi e que NUNCA É TARDE PARA RECOMEÇAR.

Aos 24 anos eu me casei.
Aos 35 anos tinha 3 filhos.
Aos 36 anos descobri que sentimento não tem sexo [link] e que isso é muito bom!

       Comecei duas faculdades e não dei fim nelas, mas aos 38 anos me formei em Marketing com MBA, num ano só as duas coisas.

       Aos 38anos também lancei meu livro de poemas e olha que muita gente se espantou. Cheguei a ouvir: “Você? Um escritor?Sim, eu!!!



       Aos 39 anos, já tinha filhos, plantado uma árvore e escrito um livro: posso morrer? Que nada. Tem muita coisa ainda para se fazer! Sempre quis fazer teatro, mas só aconteceu aos 42 anos e em pouco tempo me surpreendi comigo mesmo, que o digam a “Justiça” um personagem que Leandro Lelo Faria o meu Diretor escreveu para mim.

       Inglês? Eu sempre detestei. Passei na escola graças a “ajuda” do amigo Frederico, mas porque não aprender agora? 

       Aos 45? Afinal, se você quer casar com um Diplomata… vai precisar… (rsrsrsrs)

       Malhar sempre foi um castigo, mas estou precisando.

       Aos 45 ainda mandei o preconceito de várias pessoas à ¿$?%!¡ e voltei, sim, a namorar alguém bem mais novo que eu quase 20 anos, (rsrsrsrsrs…)

       
       Aos 46 estou com meu site [link] escrevendo para outro e rascunhando o segundo livro em parceria com Marta Albuquerque.
       
       Agora, chega. Não que não queira muito mais, é que ainda estou nos 46.
       
       São poucas as mudanças que aqui descrevi, mas são muitas as que fazem parte diária da minha vida, portanto, não se limite, não coloque validade nos seus sonhos, pois eles têm que existirem e você… que correr atrás, e quando alcançar esse, crie outro, e outro, e outro, e outro

       Não tenha medo das escolhas e bem que elas sejam as erradas, no momento pode ter sido a certa. Não tenha medo de querer e depois desistir, de mudar a escolha, o importante é não estar na inércia e MUDAR… SEMPRE. Tudo muda.

       MUDE sem medo. MUDE, porque você quer melhorar, porque você quer acrescentar, porque você É DIFERENTE da grande maioria.

       MUDE porque VOCÊ QUER MUDAR, AFINAL… QUEM QUER MUDA.

       Viu, e dizem ainda por aí que eu não sou psicólogo!

__________

Leia também: 
» Você Tem Medo De Quê? Viver Não Dói E Pode Ser Bem Divertido, Até Se Der Errado
» Dos Cárceres Privados


Sobre o Autor: 

Hugo Salum  Marketeiro e escritor. Aquariano de corpo e alma ,curioso, autêntico e sincero (até demais). Quando escrevo, não tenho rodeios: coloco logo o que penso, de maneira clara, precisa, direta e transparente, sem deixar de fora do papel algumas pimentas&polêmicas (porque quanto mais quente, melhor!). Procuro estar sempre aberto às mudanças, pois a vida é feita de transformações, aprendizado e amadurecimento. Amo café, coleciono canecas, sou pai de três filhos lindos e maravilhosos (#paicorujasimsenhor). Estou sempre sorrindo e festejando, afinal amo viver e por isso acho que cada dia a mais neste mundo já é motivo para celebrar! Este sou eu, o Salum. (www.hugosalum.com.br).
      

Leia também


     


Comentários:

3 comentários:

  1. Um amigo me indicou esse seu texto num momento que passo, muito difícil (separação). De fato, você me fez ficar mais alegre.
    Parabéns por dividir conosco um pouco de você e, com isso, nos "acordar" depois de uma tempestade.
    Penso igual. Nunca pare!

    Abraços

    Dayvson Vaz - Pernambuco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dayvson, todos temos altos e baixos, mas é natural do ser humano achar que sempre a carga dele é MAIOR, não podemos pensar assim, mas temos que pensar que UMA ÜNICA folha não cai se não for da vontade de Deus. Só amadurecemos com as coisas mais amargas que a vida nos oferece, mas mesmo elas, tem um lado positivo, por mais trágica ou dolorosa que seja. Não desita nunca, e quando você CAIR, olhe o mundo alí de baixo, pode ser uma visão de que você nunca teve e com certeza ela terá algo a te ensinar. obrigado. abraços.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.