Ele é meu crush, mas é hétero



Você pode ler este texto ouvindo MAX



       E na minha vida, enquanto eu andava distraído por aí, ele apareceu. E veio acompanhado de um sentimento mágico que nada tão intenso possa se comparar, e que rapidamente atingiu o meu peito. Um sentimento que me tira o ar. Aquele sorriso encantador, aquela postura charmosa e aquele estilo que o deixam tão bonito. Não me questiono sobre o que eu sinto, apenas sinto porque eu gosto tanto dessa sensação.

       Perto dele eu perco a fala. Desde de a primeira vez em que o vi, o desejo de admirá-lo não se saciava nunca. Poderia ficar olhando-o por horas e horas, o desejando e sentindo  no coração um fluxo de agito que nenhuma outra pessoa já sentiu por ele, eu tenho certeza! Um dia, o que eu mais quis, foi dizer todos esses turbilhões de sentimentos a ele. Mas sabe? Eu não me importo em me obrigar a guardá-los para mim. Estou praticamente acostumado com isso.

       Passo por ele com esperança de poder receber alguma atenção, mas todas as vezes tendo a decepção de nem ao menos ser notado. Dói saber, mas eu nunca o terei.  Dói porque eu tentaria tudo, daria tudo, me entregaria por inteiro para viver uma relação tão selvagem e ao menos tempo tão inocente. Se eu ao menos pudesse tê-lo por perto de alguma maneira... Dói porque eu amo aquele sorriso, amo aquele jeito. 



       A dor de saber que não poderei tê-lo é controlada com alguns momentos de observação. É quase uma droga: apenas te olhar. Queria primeiramente pedir desculpas por senti algo que eu não tenho controle.

       Nos meus sonhos, ele surge e são neles quando eu posso conhecê-lo, visitá-lo, tê-lo por perto. Tudo com um sentimento tão forte e ao mesmo tempo tão doloroso... Mas eu gosto. E gosto muito por poder sentir isso. É a dor mais prazerosa que já senti na minha vida: a de um amor platônico.

       Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar... Difícil é alcançar ele. Estou fazendo o que eu já deveria ter feito, embora seja o que eu não queria fazer: estou indo embora. A verdade é que um dia a gente sempre cansa. Isso não vai dar em nada. Mas está tudo bem. É apenas mais uma dentre tantas emoções por quem virei à sofrer por falta de esperança.

       Nunca saberás o tanto que amei você.

       O quanto sou louco por você.



___________


Você já leu estes?



PUBLICIDADE

Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.