7 coisas que todo mundo aprendeu com a Rose (TITANIC)


  • 1. Seja você mesmo



Não é porque você nasceu de uma forma que você necessariamente vai ter que morrer da mesma forma. Rose, apesar de ser de família fina, tinha moldado seus próprios sonhos e sua própria personalidade ao longo do tempo. Rose é aquele caso de que nem sempre o que uma pessoa aparenta ser, é o que ela é por dentro.




  • 2. Se você gosta de alguém, aproveite e curta ela ao máximo


Rose não tinha medo de julgamento alheio. Ao se sentir a vontade com Jack, sempre estava de bom humor, se divertindo, rindo, aprontando e sem se preocupar com as travancas da família dela.


  • 3. Nunca vá na corda da sua mãe


Se sua mãe não respeita o que você quer, é uma controladora psicótica, age com falta de caráter, quer comandar a sua vida e pintar e bordar com ela. Dica: converse. Mas como sei que ela provavelmente não vai te dar ouvido, não dê importância e vá viver a sua vida. Afinal, a vida é toda sua, meu amor. Você é quem dita as regras. Mas tudo, claro, com moderação. Tenha responsabilidade.
Tem cada mãe possessa por aí, viu...

  • 4. Se jogue na vida sem preconceitos



Se a Rose fosse uma daquelas riquinhas frescas, chata, cheia de padrões convencionais se policiando o tempo todo para mostrar uma imagem impecável para os.outros, jamais teria se divertido tanto com o Jack, muito menos teria se divertido com o povão do porão, a afinal de contas todo mundo tem algo de bom para oferecer.

  • 5. Não tenha medo de ser quem você é



Ela foi muito julgada pela alta classe que a ditava normas e mais normas, e a coitadinha nem podia se divertir. Até que conheceu Jack, quando ela finalmente pode expor o o jeitinho dela sem medo do que ele viria a pensar. Corria, cuspia, brincava, corria... No fundo, Rose ainda tinha sua criança interior e sua vontade de viver.

  • 6. Respeite suas próprias vontades, lute por elas e aprenda a dizer não


  • 7. Esteja aberta(o) para viver um grande amor



Diga sim, se permita viver um grande amor. Como principal, claro, o que ela nos ensinou foi viver um grande amor. Um amor emocionante, puro, tranparente, divertido. Rose se permitia, ela se entregava ao amor de Jack e fez loucuras por ele. 
Você reconhecerá um grande amor assim quando, assim como ela, conseguir ser você mesmo e se permitir viver um. E a gente sabe que  rose, apesar de ser finíssima na frente da família, no fundo sempre era um moleca vida loka, né? Então fica a dica.

Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.