Honestidade - assumindo Integridade



Ser honesto implica em não enganar os outros, não praticar furto, não trapacear, não mentir de modo algum. O que me perturba muito no momentos de uma compra ou na hora que recebo uma informação, é a desconfiança. Eu, pelo menos, me dou conta de que a desonestidade IMPERA no meio social em que vivemos (e isso começa quando o biscoito da embalagem não tem nada haver com o conteúdo, meu fí). Sei também que estamos a mercê de sermos enganados em qualquer ocasião, o que me leva a imaginar como seria bom não ter que se preocupar com essas bobagens onde cada um poderia está desenvolvendo seu papel e oferecendo seus serviços com integridade.
Nessas horas, se colocar no lugar dos outros faz bem. Se vocês forem honestos terão força de caráter. Pensar que interesse é sinal de inteligência ou que ganhar nas costas dos outros estarás sendo esperto, sinto em te contar que há algo muito errado com você, isso é ignorância. Essas condutas, quando tomadas, prejudicam os outros e a si próprio.
"Decidam não trapacear de forma alguma. Sejam honestos no emprego, oferecendo uma medida completa de trabalho pelo que recebem em pagamento. Não se justifiquem dizendo que a desonestidade é aceitável, mesmo que os outros achem que isso não importa." (Honestidade e Integridade - A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos dias)

Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.