Autoaceitação



Eaí pessoal? Tudo bem com vocês? Espero que muito. Ultimamente pude verificar que estou passando por uma série de mudanças. Mas queria deixar essa questão pra mais a frente. No entanto, queria fazer um comentário acerca de nossa aceitação própria.
Aposto que você já deixou de fazer muitas coisas por receio do que as pessoas ao seu redor irão julgar determinada atitude sua, com medo da possibilidade de pensarem que você seja um chato ou que esteja "pagando mico", fazendo com que você perca o sabor dos momentos que se passam diante de você. Isso pode parecer muito clichê, mas a verdade é que nada muda. Vivo rodeado de pessoas mesquinhas que pregam esse pensamento boboca de que você não pode agir assim, se vestir assim ou fazer aquilo, porque se não vai "pagar mico". Eu definitivamente detesto essa frase.
E nossa juventude vai passando, não percebemos as mudanças provocadas em nós mesmo por sermos constantemente cutucado pelos outros que te obrigam a fazer o que eles aprovam.
Não faz sentido eu explicar os fatos sem trazer uma solução, você deve estar pensando. Mas não é bem isso. Mas, eu posso compartilhar uma coisa que certamente faz muita diferença no modo como lidamos com essa questão. Toda nossa felicidade depende de como lidamos/enxergamos a nossa vida. Se tem uma coisa não faz sentindo em você se preocupar, é em o que as pessoas pensam de você. Sim, faça o que você tem vontade de fazer, mesmo que seja infantil, ou peculiar, ou exagerado. Faça. Talvez você tenha medo de afastar as pessoas de você, mas garante que irá te trazer as pessoas certas (afinal, você não vai querer atrair essas pessoas que possuem uma mente fechada, não verdade?). Faça tudo o que você sentir necessidade de fazer. Faça diferente de todo mundo, que vivem em suas vidas sem entusiasmo. Faça a diferença, e procure amar você mesmo, do jeitinho que você é, porque você é perfeito assim e um dia você ainda vai entender isso, mas espero que não venha entender depois que estiver cansado. Cansado de tentar sufocar você mesmo, com vergonha de você mesmo.
Então se você é infantil, gosta de cantar, é gay, tem jeito afeminado, ou é masculina, ou é super simpático. Jogue isso pra fora, mas não pelo outros, mas por você mesmo. Vá ser feliz, criança.

Amo vocês!

Nenhum comentário

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.