Featured

8/Leone Bravi/custom

Se é para confessar...

by agosto 14, 2017


Se é questão de confessar
Eu não sou capaz de segurar meu sorriso a toda hora
Não sei preparar café.
E também não entendo de futebol.

Se é para confessar
Não sou o que você pensou
Não sou nem metade disso
Eu sei, não sou
Mas sei que posso ser

Se é questão de confessar
Saibas que sou teimosa.

Sou forte,
Sensível;
Sou generosa,
Egoísta;
Sou Serena,
Aflita;
Sou sensata,
Estúpida;
Sou decidida,
Insegura.
Sou como uma mulher de verdade.

Se é questão de confessar
Não sou o que você inventou
Mas sou melhor do que você talvez imagina

Se é para confessar
Eu não sou quem você vê
Mas te garanto
Que vou tentar
E vou te convencer

Você vai gostar de mim


Sobre o Autor: 

Leone Bravi  22 anos. Idealizador do blog Papicher. Leonino. De tudo que tenho na minha vida; viajar, amigos e livros são minhas paixões! Mais do que isso, divulgar  tudo o que eu tenho aprendido. Apaixonado pela vida. I make myself.

        

Comentários:



Por que os relacionamentos não duram mais?

by agosto 09, 2017

Vale lembrar que relacionamentos são ímpares, e que cada um tem a sua forma de fazer dar certo. E por fim, eu acredito que existem relacionamentos que podem durar 4 ou 6 meses e que podem ser tão verdadeiros quanto um de longa duração. :)
_____________


Eu tenho uma amiga. Ela tem 53 anos  e está num casamento desde os seus 17. Uma moça jovem, amiga da família, perguntou a ela: com tantos anos juntos, vocês pelo menos se beijam? E ela não exitou em dizer que, além de se beijarem todos os dias, andam de mãos dadas, dizem que se amam todos os dias, dormem de mãos dadas e transam 3 vezes por semana! Tá bom ou quer mais? 

       Diferente dos relacionamentos de antigamente, as pessoas de hoje são mais imediatistas e abertas, o que é algo muito bom e positivo para conhecer e curtir à mil esta vida que é muito curta. Mas, então, quando alguém tenta algo mais sério e estável, acaba não funcionando. Talvez a vida de ir e virali e acolá tem sido mais fácil. Mas, se tratando de compromisso, muitos pulam ou acabam desistindo muito cedo, por quê? 

Eu tenho as minhas teorias.


Quando um não quer, dois não brigam

       "Ele é super tranquilo", disse a minha amiga ao conversamos na varanda da minha casa, "quando eu estou estressada ele só vem falar comigo depois" E sobre isso, eu posso dizer que é que nem bêbado. Me diga: adianta discutir com bêbado? Às vezes, no calor da briga ou da discussão, falamos coisas que não gostaríamos e até dizemos palavras que podem não ser perdoadas. "Ele vem depois e diz que não gostou disso ou daquilo que eu falei e conversamos.


Foca naquilo que ele(a) tem de bom


       Por isso que eu sempre digo: vamos treinar nossos olhos para ver o lado bonito da vida (e das pessoas também, ora). Focar no lado positivo. É aquilo lá no começo do namoro, o que te faz se apaixonar por ele. Mas aí a gente foca no negativo e apaga os pontos positivos da pessoa. Me lembro de uma outra amiga que, no meio de uma conversa na praia, nas férias de Julho, nos contou que achava que o seu namorado (há 4 anos juntos) não gostava dela porque ele simplesmente não era ciumento. "Mas deve ter algo de errado com esse cara. Ele é muito tranquilo, meu!". Pude perceber que ela estava criando problemas aonde não tem, afinal eles eram felizes. Aliás, ela queria mesmo ciúmes para gerar drama? Ela precisava disso? Eu ouvi mesmo isso? Parece que o ser humano não consegue viver sem problemas. Mesmo estando num paraíso perfeito a nossa mente rapidamente criaria um. 

Substituíveis?

       Muitos dos nossos pais, por exemplo, vêm de um tempo bem diferente. Onde tudo era mais reservado e conservador (bem chato, eu acho). Tudo era mais limitado, inclusive. Eles são de um tempo aonde se dava jeito para tudo e tinham um forte apego pelos objetos. Não se desfazia das coisas tão facilmente - preferiam consertar. Hoje, se substitui qualquer coisa num estalar de dedos. Iphone 7 para o iPhone 8, comprar tudo de novo, etc. Sem contar com as infinitas possibilidades que a era da informação nos proporciona e que antes ream inimagináveis. Fica difícil não procurar conhecer coisas novas e ocasionalmente substituí-las, não é? Acredito que isso se passou para os seres humanos. Acredito que hoje, num sentido amplo, as pessoas lidam com as coisas como sendo todas substituíveis, inclusive os relacionamentos.  Muitos querem substituir o parceiro(a) achando que vão achar coisa melhor (e às vezes acham), simplesmente quando se acham merecedores, ou porque enjoaram frente às expandidas possibilidades. E também, ocasionalmente pela derrubada das paredes que separavam pessoas de um estado do outro, uma cidade da outra e até de um país do outro; com a ajuda do Tinder é muito mais acessível um encontro com uma pessoa.



A decisão é sua

       A decisão de ser feliz e ter um relacionamento bem sucedido é sua. Não? "Eu decidi ter um relacionamento feliz", disse a minha amiga sobre a qual falei no começo deste texto. Identificando que a pessoa te faz bem, fazer bem para a relação é o modo de retribuí-la. Acredito fortemente que a decisão de ser feliz está nas suas mãos. "Eu tenho defeitos e ele também, mas ele tem tantas qualidades que eu não encontraria em outra pessoa, que eu foco na qualidade."

Coloque regras.

       No começo tuuudo são flores, até quando chega o ponto em que você cansa. Na sua casa você tem regras, na escola se tem regras, na sua empresa tem regaras, no relacionamento também precisa ter regras. Regras que com o tempo são reescritas. Por exemplo, eu não gosto de toalha molhada em cima da cama, então não vamos brigar e ponha ela ali. Uma hora, essas quebras de regrinhas vão se somatizando com o tempo e uma hora pode explodir! Respeite as regrinhas!

Namoro a três: Ela, ele mais o celular.

       Essa poderia ser uma regrinha também. Isso vale para aquele namorado que fica 4 horas no banheiro mexendo na timeline infinita do Facebook ou do Instagram. Isso não pode interferir no relacionamento.  Sempre deve haver espaço para as atividades a dois, momentos para saírem.

Mito do amor romântico

       Muitos crescem assistindo filmes de contos de fadas e sonham com aquele amor que surgirá na sua vida, que vai te arrebatar e te fazer feliz. É como um objetivo de vida. Criando pessoas e realidades perfeitas, quando nem mesmo ela é. Dessa forma, a pessoa põe sobre os ombros do outro a responsabilidade de fazê-lo feliz e responsável pelas suas frustrações, quando isso não é verdade! As pessoas se somam e não se completam. Para saber mais sobre o mito do amor romântico, vale a pena ler este artigo: O mito do amor romântico e como ele está arruinando as nossas vidas!


Leia também: E se o amor acabar?





Comentários

Os segredos mais bem guardados do Homem do signo de Gêmeos ♊

by agosto 07, 2017

       Os amigos e familiares do homem do signo de Gêmeos vão sempre divergir de opinião ao tentarem descrever ele. Ele é vários homens em um só, e cada um com suas peculiaridades. Ao conviver com ele, você vai perceber que ele muda o tempo todo. Muda de comportamento, de opiniões. Este é o signo da mutação. O homem deste signo gosta de mudar, experimentar e ultrapassar horizontes. Procura aprender coisas novas sobre a vida e está sempre evoluindo. A monotonia só falta deixá-lo louco: ela não existe no seu vocabulário.



       Ele vai assumir várias formas, te encantando e intrigando. E com seu jeito misterioso, ele é daqueles que consegue agradar a todos. Ele não muda de personalidade, apenas mostra todos os homens que vivem dentro dele. Uma hora ele estará elogiando algo, em outra ele pode estar criticando com a mesma intensidade. E sua capacidade de se apaixonar e se desiludir logo de seguida pode partir muitos corações. Isso até quando encontrar o seu verdadeiro amor. Ele vai tentar de tudo para te convencer de que ele é o homem da sua vida! E ao contrário do que podemos presumir, a melhor maneira de conquistá-lo é sendo sempre a mesma pessoa. Ele gosta de quem seja bem previsível. Previsível, mas nunca passivo!

       Para ele é difícil entregar-se a uma pessoa sem enfrentar as suas dúvidas. Sabe quando a pessoa fica sendo atormentada por um anjinho e um diabinho sobre os ombros que ficam falando sem parar? Pois, é mais ou menos assim com ele. Ele sempre analisa os prós e contras de todos os relacionamentos. Tirando o amor e o romance que costumam atormentá-lo com a ideia de perder a sua liberdade, nas outras coisas ele é bem direta e não costuma fazer rodeios!


       Não pensará duas vezes em largar tudo para recomeçar do zero quando alguma decisão deu errada! Não vai ficar reclamando e prefere fazer algo para mudar. E ele não é o tipo de pessoas que erra duas vezes... Normalmente ele é uma companheira animada, agradável e alegre. Tirando as suas fases azedas que fazem com que fique insuportável com o seu cinismo e língua afiada, o seu outro lado romântico e aventureiro faz com que tenhamos a sensação de que estamos diante de um grande amigo ao invés de uma namorado. 

       Ele sempre estará ao lado do seu amor, mesmo que seja no beco de uma montanha! Mas mesmo quando está apaixonado, dificilmente deixará de achar outras mulheres atraentes. Ele também adora novidades quando forem fazer amor. E não se esqueça de surpreendê-lo nessa hora! Lembrem-se que ele detesta monotonia. Ele geralmente associa sexo com amor como ninguém.  


       Jamais ficará calado se puder falar. E jamais andará quando puder correr. Por isso, nunca vai contentar-se com o mínimo num relacionamento quando pode ter muito mais. Apesar de muitas vezes parecer frio e distante, ele deseja ser amado e querido. Fique do seu lado e terás um homem que se entregará por inteiro. 
Sobre o Autor: 

Leone Bravi  22 anos. Idealizador do blog Papicher. Leonino. De tudo que tenho na minha vida; viajar, amigos e livros são minhas paixões! Mais do que isso, poder compartilhar tudo o que eu tenho aprendido. Apaixonado pela vida. I make myself.
        







Comentários:

Estou cansado.

by agosto 04, 2017

Uma hora a gente cansa.

       Enfim... Eu tô cansado.

       Cansado de me preocupar. Cansado de me importar. Cansado de me preocupar tanto com o que talvez vão pensar. Cansado de me importar tanto com a minha imagem. 

       Cansado de segredos. Cansado de mentir para os outros e principalmente de mentir para mim mesmo. Cansado de tentar me enquadrar em alguma descrição e acabar deixando de ser só quem eu sou.

       Eu tô cansado de fingir. Fingir que sou ou que estou. De fingir estar tudo bem. 

       E está tudo bem... Mas estar tudo bem não é o suficiente para EU me sentir bem. Ainda continuo me sentindo deslocado e tentando procurar sentido ou criar sentido sobre coisas que não tem mais sentido.

       Cansado de viver no modo automático e viver sem sentir. 

       Cansado.

       Não adianta. Mais cedo ou mais tarde; não importa o que você esteja aturando, uma hora cansa. Cansa daquele alguém que só lembra de você quando precisa que faça um favor. Cansa de ouvir tantas cobranças. Cansa de fingir. Assim como também cansa de esperar por promessas jogadas ao vento.

       Sempre achei que isso acontece somente com os velhos: quando eu completasse meus 60 anos e saísse chutando tudo pela frente por nao ter mais tempo a perder ou alguma coisa a perder, dado uma vida percorrida engolindo e aturando tantos e tantas. 

       E então chega hora que você quer se livrar daquele fardo que você nem sabe ao certo o que é. Mas que pesa. E você sabe o que tem que fazer.

       E você se rende . De repente se da conta de que só quer se render, desistir.

       Mas não desistir de si mesmo, ou da vida.

       Mas desistir daquilo que se está cansado. Começando por substituir "cansado de"  por "desistir de".

       E então você simplesmente desiste. Se antes estava cansado das convenções, hoje quer simplesmente desistir de todas as convenções. Desistir de fingir. Desistir de suprir expectativas de pessoas pelas quais temos a ilusão de que se importam com o que fazemos ou deixamos de fazer. Desistir de reprimir o que se quer fazer, o que sente. Desistir de dizer tantos nãos, de engolir tantas revoltas, tantas palavras.

       Você desiste de tudo isso e se abre para o mundo. Se abre uma janela que até então você ignorava. A janela do coração. A janela daquele de quem realmente deixamos de ser. De nós mesmos.

Desistir e renascer. Renascer de novo. Só que agora com autenticidade.


Sobre o Autor: 

Leone Bravi  22 anos. Idealizador do blog Papicher. Leonino. De tudo que tenho na minha vida; viajar, amigos e livros são minhas paixões! Mais do que isso, divulgar  tudo o que eu tenho aprendido. Apaixonado pela vida. I make myself.

        

Comentários:

Um medo: E se o amor acabar?

by agosto 02, 2017

E quando o amor acabar?

       O presente é tudo o que temos e é onde tudo acontece. Mas a maioria das pessoas tendem a viajar, vezes para o passado ou para o futuro; revivendo ou até mesmo inventando situações desagradáveis mentalmente, o que gera muita tensão e ansiedade em torno do relacionamento. Daí você está vivendo uma linda história de amor e pensa: E se acabar? Devo eu investir e no fim perder muito? 

É medo de ver o amor acabar como acabam a água, o leite, a comida da despensa.

       A verdade é que nunca podemos saber o que o futuro trará para nós e que por isso precisamos estar presentes constantemente. Mas e quando isso acontece?


       Bem, eu acredito que os relacionamentos amorosos como o namoro, um romance, ou até mesmo um casamento; têm começo meio e fim. Um casamento, por exemplo, pode durar uma vida toda, mas ele já pode ter acabado antes há muito tempo, interiormente falando. Assim como tudo na vida. Tem pessoas que encontram um amor e o lava para a vida toda. Enquanto que alguns são momentâneos, alguns longos, alguns um pouco mais longos, mas que infelizmente acabam e está tudo bem também.

       Eu lamento muito quando ouço esse seguinte tipo de conversa.

- Migo, seu louco, terminei com meu namorado(a)
- Caramba, heim. Estavam juntos há quanto tempo?
- 4 anos! Mas não deu certo porque acabou, né?
- É, se acabou, não deu certo...

Claro que deu! Deu certo durante 4 anos, só que acabou.

       Na vida podemos ter vários amores, não existe uma lei quanto a isso. Basta que estejamos abertos para a vida e ela própria sempre se encarrega de responder quando estivermos prontos para receber um amor em nossos corações. E aprendemos com cada um desses relacionamentos que geramos no decorrer do tempo. 

       Não Acredito que as pessoas se complementam. Acredito que pessoas se somam. Começou a tomar muito do outro, a desenvolver dependência constante e fazendo jogos de manipulação, tem algo de muito errado com você aí.

       Você já tem noção do quanto é difícil dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? 


E nem sempre podemos ter tudo do jeito que queremos.
Às vezes ele é fiel, mas não é comunicativo. 
Às vezes ele é carinhoso, mas não é impetuoso. 
Às vezes ele é corajoso, mas não não gosta tanto de trabalhar
Às vezes ele é sensível, mas não é prudente. 

Não podemos ter tudo.
Identifique o aspecto que é mais se sobressai e evidencie ele. 

       Se ele não te quer mais, não o force a ficar. O outro tem o direito de não te querer e tem liberdade de ir e vir quando sentir vontade. Não tente resistir. Não lute, não dê pití. Porque nada disso adianta.

Entregue-Se, Vale A Pena

by agosto 01, 2017

Entregar-se é um aprendizado... difícil
Entregue-se às belas manhãs de sol
Ao vento que sopra de bom dia
Ao canto dos pássaros
E aos seus sentimentos, principalmente a estes
Entregue-se

Sabe aquela sensação de acordar pensando em alguém
De imaginar ela com você logo cedo
Durante o dia
A tarde e a noite?
Entregue-se

Ah, aquela vontade  de viver isso
De realizar aqueles planos mais absurdos
Os sonhos e vontades mais arriscados
E os sorrisos, que insistem em escapar durante o dia quando pensa nele?
Entregue-se

Aos sentimentos que você ainda não tem certeza pois não são palpáveis
Ao frio que da na barriga quando ele some
Ao acreditar que ele é o homem da sua vida
Ao tempo que tem que esperar
Entregue-se

Às mudanças que terá que se adaptar
Aos eixos que deverá colocar no lugar
Ao prumo, difícil de nivelar
Ao novo mundo que vai enfrentar
Entregue-se

Ao medo que ele lhe causa
Ao sorriso perigoso
E as belas palavras
Entregue-se

Ao que você sente e acredita
Ao que você quer viver e construir
Entregue-se, simplesmente entregue-se à sua vontade de ser feliz.


Sobre o Autor: 

Hugo Salum  Marketeiro e escritor. Aquariano de corpo e alma ,curioso, autêntico e sincero (até demais). Quando escrevo, não tenho rodeios: coloco logo o que penso, de maneira clara, precisa, direta e transparente, sem deixar de fora do papel algumas pimentas&polêmicas (porque quanto mais quente, melhor!). Procuro estar sempre aberto às mudanças, pois a vida é feita de transformações, aprendizado e amadurecimento. Amo café, coleciono canecas, sou pai de três filhos lindos e maravilhosos (#paicorujasimsenhor). Estou sempre sorrindo e festejando, afinal amo viver e por isso acho que cada dia a mais neste mundo já é motivo para celebrar! Este sou eu, o Salum. (www.hugosalum.com.br).
      

Comentários:

About me

Papicher 2014©. Tecnologia do Blogger.